Vendas da BR Distribuidora caem 7,6% nos oito primeiros meses desse ano

Vendas da BR Distribuidora caem 7,6% nos oito primeiros meses desse ano

2 January, 2018

A BR Distribuidora é uma subsidiária integral da Petrobras, e vai começar a ser negociada na bolsa de São Paulo nos próximos dias. Esse ano a empresa apresentou uma redução nas suas vendas de cerca de 7,6% nos oito primeiros meses, o que provavelmente foi causado pelo aumento da competição entre empresas do setor.

Em um relatório divulgado pela BR Distribuidora, a empresa que lidera o mercado nacional apresentou esse ano, vendas de mais de 28 bilhões de litros até agosto, perante mais de 30 bilhões de litros durante os mesmos meses do ano passado.

De acordo com a empresa, durante esses oito meses a BR continuou líder no mercado de distribuição de combustíveis, mantendo uma atuação de 24,5% no mercado e apresentando um volume negociado de mais de 15 bilhões de litros.

Mas no comércio com os maiores consumidores, a BR teve atuação de 43%, chegando com 7,3 bilhões de litros vendidos. A distribuidora revelou que a crise econômica no país fez com que houvesse uma redução na compra por parte dos consumidores, diminuindo as vendas ainda mais esse ano. A BR ainda completou que houve também um crescimento da concorrência entre os distribuidores.

A igualdade que ocorreu depois da entrada de óleo diesel importado no país durante grande parte do ano, estimulou que novos players entrassem na disputa por consumidores dentro do mercado brasileiro, ocasionando com isso uma queda nas vendas da BR Distribuidora esse ano.

Há mais de um ano, a Petrobras vem comercializando diesel e gasolina no país com os valores apresentados no mercado. Isso fez com que houvesse um crescimento na quantidade de companhias que estão operando em território brasileiro, sendo que com essa situação, ocorre um aumento na quantidade de importação de produtos, que entram no país para competir com os produtos da petroleira nacional.

O Credit Suisse declarou através de um comunicado aos seus clientes, que depois que a  BR Distribuidora  fizer a abertura do seu capital, o mercado fará uma análise da empresa, podendo fazer com que ela melhore ainda mais a sua produtividade, e com isso a Petrobras também sairá lucrando com essa situação.