Chinesa DiDi Chuxing fecha negociação com a brasileira 99

Chinesa DiDi Chuxing fecha negociação com a brasileira 99

27 January, 2018

Foi fechada a transação entre a empresa chinesa DiDi Chuxing e a brasileira 99, onde a companhia chinesa do setor de transporte urbano através de aplicativo, vai passar a ter o controle da empresa nacional. Essa compra aumenta a rivalidade entre a DiDi Chuxing e a sua concorrente Uber, que disputam o atrativo mercado brasileiro.

Os valores envolvidos não foram revelados pelas duas empresas, nem os detalhes sobre a participação que foi comprada. Um dos donos da 99, Ariel Lambrecht, publicou em sua rede social a imagem de um unicórnio, já que no setor tecnológico as companhias que iniciam com valorização de mercado acima de um bilhão de dólares, são consideradas como unicórnios.

Peter Fernandez, presidente-executivo da 99, declarou no mês passado que a empresa vem se esforçando para conseguir investimentos, visando promover o crescimento da empresa no país, especialmente na classe dos veículos particulares e que já abrangem 26 cidades do território nacional. Ele ainda afirmou que a empresa chinesa era a principal interessada no negócio.

O empresário chinês e fundador da DiDi Chuxing, Cheng Wei, declarou através de uma nota que o principal objetivo da sua empresa é a expansão mundial, usando uma estratégia de globalização.

Há um ano, a empresa chinesa começou a investir na 99, empresa brasileira que começou no mercado em 2012 e foi fundada por Paulo Veras, Renato Freitas e Ariel Lambrecht. Na época a  DiDi Chuxing investiu 100 milhões de dólares na 99.

Segundo uma fonte, os fundos que negociaram as suas participações na empresa brasileira, buscaram interessados há alguns meses.

Algumas empresas de investimentos que injetavam capital na empresa brasileira, como a Monashees, Riverwood, Soft Bank e Tiger Global, foram procuradas e os seus representantes não quiseram comentar a negociação.

No último mês, a empresa chinesa conseguiu junto a investidores, cerca de quatro bilhões de dólares. Parte desse capital está sendo usado para promover o crescimento global da empresa. Na última captação a DiDi Chuxing foi avaliada em mais de cinquenta bilhões de dólares.

Outras empresas pelo mundo também receberam investimentos da DiDi Chuxing, como a norte-americana Lyft; a Grab, de Cingapura; a Taxify, da Estônia; a Olá, da Índia e a Careem, do Oriente Médio.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *